2013052801_transportugal-francisco-carneiro Francisco Carneiro termina TransPortugal 2013 em 9º.
Entre 4 e 11 de Maio realizou-se 11ª edição do TransPortugal, a maior prova de BTT realizada em Portugal, uma prova em linha por etapas que tem a particularidade de ser inteiramente realizada seguindo o percurso em GPS, os concorrentes competem individualmente numa só categoria mas com bonificações por sexo e idade.

A opinião de quem já se pode considerar um "expert" em grandes travessias…, Francisco Carneiro:

 

Acabei o meu 4º TransPortugal de seguida este ano em 9º lugar e estou muito contente!

Eu sou um caso estranho pois a minha primeira competição de BTT à séria foi logo o TransPortugal de 2010, só depois comecei a fazer outras ultra maratonas pelo país fora. Que grande loucura mal eu sabia o que era o TransPortugal! Que inconsciência!

Em 2010 foi um grande sofrimento ter acabado a corrida em 13ºlugar! Lembro-me de não conseguir descer ao jantar tal era o empeno!

Até 2010 o trabalho absorvia o meu tempo todo e só nessa altura foi possível arranjar uns buracos no horário para treinar durante a semana.

O TransPortugal tipicamente tem 80 concorrentes do mundo todo e acabam cerca de 50. Basta falhar 1 dia para ficar fora da classificação. São 9 dias de BTT com distâncias entre os 100 e os 168 km. De Bragança a Sagres sem dia de descanso. Trata-se de uma prova de regularidade em que é muito importante não ter nenhum dia mau. A organização chama-lhe a última Prova de Endurance e realmente parece que não há muitos provas com estas distâncias e acumulados de subida (24,000 mts) no mundo.

Em 2010 fiz uma média de 18,41 km/h, em 2011 19,68 km/h, no ano passado 20,49 e este ano 21,21 km/h.

Ao mesmo tempo passei de 90 kg para 71 kg ao longo destes anos.

Contratei o Nuno Sabido para meu treinador e apesar de ter muito pouco tempo para treinar, normalmente 12 horas por semana, estou contente com os meus progressos.

Uma pessoa gosta de fazer aquilo que faz bem e agora eu tenho gozo em andar pois já consigo acompanhar os melhores nestas provas.

Quais os objectivos para o futuro?

Eu tenho a sensação que me dou especialmente bem nas etapas mais longas e mais duras do TransPortugal, aquelas em que acabar não é garantido. Por isto vou concentrar-me em competições de extrema dureza de 200 km para cima, pois sinto que é ai que tenho mais hipóteses de ter uma boa classificação. Em provas rápidas de menos de 100 km é difícil eu fazer bem.

O facto de correr pelo BTT Loulé/BPI dá-me ainda mais orgulho e responsabilidade de fazer bem pois é a maior e melhor equipa de BTT de Portugal.

O sonho? Fazer o top 5 no TransPortugal um dia, como há handicaps por idade é perfeitamente possível um dia fazer o podium.

Vamos ver, é trabalhar e emagrecer!

Etapas do TransPortugal Garmin 2013
1ª Bragança - Freixo de Espada à Cinta, 142 kms
2ª Freixo de Espada à Cinta - Guarda, 110 kms
3ª Guarda - Unhais da Serra, 108 kms
4ª Unhais da Serra - Monfortinho, 110 kms
5ª Monfortinho - Castelo de Vide, 144 kms
6ª Castelo de Vide - Monsaraz, 165 kms
7ª Monsaraz - Albernoa, 143 kms
8ª Albernoa - Monchique, 139 kms
9ª Mochique - Sagres, 99 kms

Sites da prova:

http://www.trans-portugal.com
https://www.facebook.com/TransPortugal

Videos das Etapas (Agnelo Quelhas)
http://www.youtube.com/watch?v=QUk9ZP-ARqo
http://www.youtube.com/watch?v=8lWXfuL8_Fs
http://www.youtube.com/watch?v=0_3JdNELVcc
http://www.youtube.com/watch?v=akj94ov5wgI
http://www.youtube.com/watch?v=qkliB0wcDt0
http://www.youtube.com/watch?v=iTniFPVveVQ
http://www.youtube.com/watch?v=2W7sXDqk4C8
http://www.youtube.com/watch?v=YuSmAuou9Kk
http://www.youtube.com/watch?v=HLiJCcmZfrc